David Allan Pesso

Escritório/Estúdio

New Studio, LLC
Boca Raton, Florida

Prêmios/Reconhecimento

2000 Design Journal-Piazza Collection: Loewenstein
1999 IIDA-Quiver Chair: Geiger International
1997 Best of NeoCon-Madison Bench: AGI

David Allan Pesso

David Allan Pesso sempre teve um pé na estrada. "Meus pais eram bastante nômades" diz ele, "e aos 18 anos de idade já tinha freqüentado 14 escolas diferentes".

Ele é também uma pessoa que acredita em tirar algo positivo de cada experiência vivida. Por exemplo, "toda aquela mudança na minha infância me ensinou como interpretar as pessoas e criar relacionamentos”, diz ele, "e isso se mostrou ser essencial em toda minha vida”.

Não importa onde ele se encontre hoje em dia, seja em uma reunião com um cliente na Itália ou cuidando do jardim de sua casa, Pesso diz que sempre tenta "estar no clima”. “Aprendi a importância de ter consciência plena do que estou fazendo em qualquer momento e lugar e ainda estar presente de corpo e alma”.

Assim, ele diz que encontra inspiração para sua criatividade em coisas simples do dia a dia – seja na arquitetura de um prédio ou uma pessoa sentada ao seu lado no avião. "Sinto que tenho sorte de ter um trabalho que posso levar comigo a qualquer lugar," diz ele. "Não temos realmente uma divisão distinta entre trabalho, lazer, família e profissão. Tudo está interligado, e acredito que esse seja o mais valioso bem tanto para mim quando para meus clientes”.

Pesso combinou seu estúdio e residência quando mudou com sua família para o sul da Flórida há alguns anos, uma situação que está funcionando bem para ele até conseguir encontrar um espaço comercial apropriado. "Tenho dois filhos e dois cachorros, todos com menos de nove anos, então estou bastante envolvido em seu mundo nesse momento," diz ele rindo.

Não que seu trabalho não ocupe tanto o seu tempo. Desde que iniciou sua carreira, Pesso licenciou mais de 130 novos designs de mobília nos EUA e Europa e atualmente detém cinco patentes nos EUA, três para um sistema de armários de biblioteca e duas para cadeiras.

Independentemente do que estiver projetando, Pesso diz que está "constantemente tentando chegar a uma geometria limpa e reduzida sem detalhes irrelevantes. Concentro-me em economias de escala, e meu objetivo é atingir mais com menos. Acho que as cadeiras Celeste de Herman Miller são um claro exemplo do que estou dizendo”.

Pesso encontra grande satisfação em seu trabalho e não consegue se imaginar fazendo outra coisa. "Tive sorte de conseguir produzir uma quantidade relativamente grande de trabalhos em um curto período de tempo”, afirma. "E ainda tenho o mesmo entusiasmo hoje em dia quando vejo exposta uma de minhas peças como tive na primeira vez”.