São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

Conheça o escritório que “desaparece” ao final do expediente

Já imaginou se o seu escritório de trabalho fosse um local que, em determinados momentos do dia e até da noite, se transformasse em um estúdio de ioga, uma pista de dança e várias outras possibilidades? Pois é, esse lugar já existe e fica localizado em Amsterdã, na Holanda.

Durante o dia, o estúdio de design Heldergroen funciona como um escritório de trabalho habitual, com mesas, cadeiras, computadores e todos os objetos típicos desse espaço. A surpresa está na forma como esses móveis estão dispostos e no incentivo que os proprietários dão aos seus funcionários, para que tenham um equilíbrio entre vida e trabalho. Às 18 horas, alguém vira a chave e todas as mesas, cadeiras, computadores e documentos “desaparecem” do ambiente, transformando-o em algo totalmente novo.

Tudo isso acontece porque as mesas compartilhadas são presas no teto com cabos de aço e levantadas ao final do expediente. Quando chega à noite e até mesmo aos finais de semana, a versatilidade do espaço o transforma em uma pista de dança, uma sala de ioga, um refeitório e muitas outras possibilidades.

Para completar, o escritório foi projetado para ser sustentável e, por isso, utiliza móveis feitos a partir de objetos reutilizados e sustentáveis, como as cadeiras Aluminum Group. A inovadora ideia surgiu com o intuito de proporcionar um local de trabalho que trouxesse vários benefícios aos funcionários, com momentos de relaxamento, descontração e lazer.

Confira abaixo o vídeo que mostra como a transformação é feita no estúdio de design Heldergroen (a partir de 1’e 28″):


Lar, doce escritório: o conforto no ambiente de trabalho

Qual a definição de conforto para você? Alguns preferem defini-lo com metáforas: “é como uma pequena brisa que surge em um calor de 40 graus” ou “é como estar deitado na cama, em um dia de chuva, sem precisar sair de casa”. A busca por uma definição da palavra “conforto” é antiga e pode ser observada sob vários pontos de vista.

Nos espaços de trabalho, por exemplo, o conforto pode estar relacionado à acústica, a positividade e ao clima agradável na interação com os colegas. Mas questões ligadas à organização e produtividade dos funcionários, geralmente são esquecidas. O conforto do trabalhador está diretamente ligado à sua eficiência operacional, ao seu bem-estar e, claro, à sua saúde. Talvez seja hora de trazer o foco também para o aspecto holístico.

Public Office Landscape

Public Office Landscape

A definição subjetiva do conforto

Antes mesmo que os executivos e gerentes de negócios despertassem para a real importância do conforto no trabalho, os enfermeiros já trabalhavam para proporcioná-lo aos seus pacientes e para encontrar uma definição mais precisa nessa disciplina. Em 1859 é possível encontrar anotações onde a enfermeira Florence Nigthtingale reconhece que os pacientes que se sentiam confortáveis melhoravam mais rapidamente, lidavam melhor com a situação da doença e reabilitavam-se de maneira mais completa.

O conforto, no entanto, é subjetivo. Ele não pode ser prescrito como um comprimido. Também não é conforto de verdade se o paciente (ou, no nosso caso, o trabalhador) não se sente confortável. Além disso, ele é dinâmico e mutável. Você pode estar confortável agora, mas se a temperatura cai dez graus, o desconforto virá. Trata-se de um conceito filtrado através de uma percepção pessoal, baseada na personalidade e experiência do indivíduo.

Por outro lado, se estou sentindo calor no meu ambiente de trabalho, pode ser que o ar esteja quebrado ou que a janela não seja grande o suficiente para fazer ventilar, ou que a cadeira em que eu me sento seja acolchoada demais e me faça suar. E se isso é recorrente, eu posso produzir menos, ou passar a reconsiderar a mudança de emprego para um ambiente mais ventilado, confortável e acolhedor.

Aeron_Chair

Aeron Chair

O que dizem as pesquisas

Uma pesquisa interna realizada pela Herman Miller analisou 500 trabalhadores de escritório e mostrou que o atributo “trabalhar em um local confortável” foi um dos mais valorizados. Estudos anteriores mostraram que os trabalhadores consideram o ambiente de trabalho como “muito importante” para determinar a satisfação com a empesa. De acordo com a Dra. Jacqueline Vischer, professora do departamento de Design Ambiental da Université de Montéal, as características do ambiente de trabalho (como muito quente, muito frio, muito barulhento, muito silencioso, muita luz) ou qualquer fator externo que possa restringir a capacidade operacional dos funcionários restringem também a satisfação deles com a empresa.

Para os empresários, esses estudos e conclusões deixam uma mensagem bem clara: é necessário prestar atenção aos espaços de trabalho e compreender de que forma eles poderiam contribuir para a valorização e retenção da equipe.

Para os que se preocupam com os custos de tais adaptações, um fato: a criação de um ambiente de trabalho confortável faz com que o investimento seja recuperado em um curto espaço de tempo, graças ao aumento natural da produtividade da equipe, que está fortemente ligada à satisfação e qualidade de vida.

Ferramentas certas

Para uma equipe criativa, a área de trabalho pode ser móvel e flexível. Já um grupo de pesquisadores ou desenvolvedores requer um espaço privativo, onde possam manter o foco. Para uma equipe colaborativa, diferentes espaços de reuniões, devidamente equipados, são os mais adequados.

24

Mirra Chair 2

A ideia de que “é preciso usar ferramentas certas para o trabalho indicado” pode até parecer lógica, mas não deve ser negligenciada. Designers e arquitetos são profissionais preparados para planejar bem os espaços da sua empresa e encontrar, de maneira personalizada, a melhor solução em móveis, iluminação, pisos, ventilação e o que mais for necessário. Pense nessa mudança como investimento que trará resultados a curto, médio e longo prazo. Afinal, sua equipe trabalhando bem, produz bem. E o que você quer não é exatamente a produtividade?

Aqui, na Atec, temos profissionais preparados para atender às necessidades da sua empresa (seja ela pequena ou grande) sugerindo os melhores móveis e equipamentos, de acordo com as atividades desenvolvidas pela sua equipe de trabalho. Entre em contato.


5 curiosidades sobre o casal Charles e Ray Eames

Que o casal mais famoso do mundo do design, Charles e Ray Eames, é um ícone do segmento, isso todo mundo já sabe. Com ousadia e talento, eles foram responsáveis pela elaboração de mobílias únicas e arrojadas, dando formas a móveis peculiares e inconfundíveis. O trabalho do casal também foi marcante no mundo da arquitetura, design gráfico, exposições, filmes e brinquedos. O que muita gente não sabe é como era realizado o processo criativo do trabalho de Charles e Ray Eames e as descobertas que eram feitas durante os procedimentos.

Daniel Ostroff – produtor de cinema, historiador de design e estudioso do famoso casal – examinou durante anos arquivos de Charles e Ray e revelou um olhar abrangente e pessoal no trabalho do casal. Ostroff relatou algumas descobertas interessantes e as transformamos em uma lista de curiosidades que valorizam ainda mais a história desse incrível casal. Confira.

A Máquina Solar que não faz nada

No ano de 1957, a Corporação de Alumínio da América (ALCOA) solicitou que designers criassem projetos que mostrassem novas formas de utilização para seu produto. Charles e Ray Eames, então, criaram a Máquina Solar que não faz nada. O que poderia ser algo parecido com algum tipo de divertimento ou brinquedo, na verdade foi um dos primeiros exemplos de utilização da energia solar. Segundo Ostroff, eles queriam mostrar as virtudes da energia do sol em um momento em que ninguém estava pensando sobre isso.

Modelo de casa pré-fabricada

O Escritório Eames desenvolveu a baixo custo, em 1951, casas pré-fabricadas para a Kwikset Lock Company of Anaheim, Califórnia. O casal criou um projeto completo para uma casa kit que seria vendida com peças já incluídas. Contudo, a empresa Kwikset foi vendida e a nova organização não levou o projeto adiante.

eames-dcm-zes-2_l.0

O design de uma de suas cadeiras mais famosas foi inspirado em uma chave de pneus

No início de 1950, os Eames foram convidados para participar de um programa de televisão chamado “Descoberta”, em São Francisco. Indagados sobre a inspiração por trás da famosa cadeira DCM (que acabara de ser nomeada como o design do século pela revista Time), os Eames apresentaram um filme que detalhava o conceito e a construção da cadeira, explicando que ela foi inspirada no ponto soldado de uma chave de pneus. Em seus estudos, Daniel Ostroff encontrou outros registros que explicavam o fascínio de Charles pelas ferramentas como objetos de design.

Eames_20Contract_20Storage.0

Eles projetaram unidades de armazenamento para as “exigências extraordinárias do dormitório”

Antes de trabalharem com a Herman Miller, os Eames criaram para a Sears, em 1954, protótipos em pequena escala de armários portáteis de baixo custo para escolas e escritórios. O anúncio mostrado acima, escrito em casa, demonstra as habilidades de redação do escritório Eames.

Eles tinham uma grande filosofia para a contratação de jovens designers

No ano de 1957, um jovem designer foi recomendado para o escritório Eames, mas por algum motivo não foi contratado. Charles então escreveu sobre a sua experiência e expôs a sua filosofia para a contratação de jovens designers. Segundo ele, “nós gostamos de ter os jovens, mas não pagamos muito a eles. Por não pagar muito, oferecemos a melhor oportunidade possível de aprendizagem; e não nos importamos que eles cometam erros”.

10903229_333369153531329_518643965_n.0

10979679_664708286970946_336426526_n.0

 

Fonte: Curbed


8 dicas para melhorar o seu dia a dia no trabalho em frente ao computador

EN_ENV_P_20110519_003_G

Dor nas costas, dor de garganta, problemas oculares e uma série de outras questões. Tudo isso está presente (ou estará em breve) na vida de pessoas que necessitam utilizar o computador por longas horas, diariamente. Para tornar o seu dia a dia mais agradável e propício para o desenvolvimento do seu trabalho, confira oito importantes dicas que farão a diferença na sua rotina profissional e pessoal.

Aperfeiçoe a configuração da sua mesa

A posição que o seu computador está em relação aos seus olhos é muito importante. Se você precisa olhar muito para baixo enquanto trabalho, poderá desenvolver dores nas costas e no pescoço. Se necessita olhar muito para cima, é provável que você fique com os olhos secos. O ideal é usar um suporte de computador para ajustar o monitor ou laptop em uma posição que você olhe apenas para baixo, em um ângulo de dez graus no máximo.

Hidrate-se

Além de promover todos os benefícios para a saúde que você já conhece – como melhorar a pele, influenciar na perda de peso e proporcionar maior energia – beber muita água pode fazer ainda mais por você. Ingerindo uma quantidade maior de líquido, você terá de se levantar da sua mesa para “reabastecer” o seu copo ou squeeze e também ir ao banheiro. Essa simples ação, algumas vezes durante o dia, lhe tirará da frente do computador por preciosos minutos.

Programe um alarme

A cada hora, que tal definir um alarme no seu telefone ou computador? Cada vez que esse alarme tocar, levante-se da sua cadeira e dê uma volta pelo escritório. Com certeza esse hábito não prejudicará o seu trabalho, e sua saúde irá agradecer.

Evite o elevador

Se você trabalha no segundo ou terceiro andar de um prédio, passe a utilizar mais as escadas. Se você vai de carro para o trabalho, procure estacionar um pouco mais longe da entrada. Quando você trabalha sentado em uma mesa diariamente, um pouco de caminhada ajuda a manter o seu movimento, sua circulação e os seus músculos envolvidos.

-------------giphy (1)

Exercite-se em sua mesa

Discretamente, tente fazer exercícios simples enquanto trabalha. Girar com a cadeira, balançar as pernas e outros gestos sutis irão fazer com que o seu sangue flua bem, mesmo sentado.

-----------desk_health_workout

Aumente a fonte do texto

Sempre que for possível, aumente o tamanho da fonte dos textos do seu computador. Muitos conteúdos aparecem com fonte pequena na tela, o que fará você apertar os olhos, podendo causar fadiga ocular e dores de cabeça.

Pisque

Piscar os olhos é uma ação normal para quase todas as pessoas. No entanto, quando se está na frente de um computador, é preciso piscar ainda mais. Por isso, faça um esforço para abrir e fechar os olhos com mais frequência nessas situações. Tente seguir a regra 20-20-20 ao olhar para uma tela – a cada 20 minutos, olhar para um ponto a 6 metros (20 pés) de você por 20 segundos.

giphy

Descanse seus olhos

Ao sair do escritório, tente dar um descanso para os seus olhos. Olhar para uma tela de computador o dia inteiro não só enfraquece a visão, mas pode causar doenças. Portanto, evite sair do trabalho e ir direto para o Netflix ou grudar os olhos na tela do seu celular.

 

 

Fonte: PureWow


Produtos Herman Miller – o suporte que seu corpo precisa para o dia a dia

Os produtos Herman Miller são a combinação perfeita entre beleza, qualidade e ergonomia.

Para que o resultado seja sempre impecável, a Herman Miller busca conhecer de perto as necessidades reais de seus consumidores. A partir de estudos e cases, a empresa consegue material necessário para aperfeiçoar seus equipamentos. Afinal, são os móveis e acessórios de trabalho que devem se adaptar às condições exigidas pelo corpo humano, e não o contrário.

Um bom exemplo desse trabalho é o espaço Herman Miller’s Design Yard, ou “Quintal de Design da Herman Miller”. Ali, os funcionários têm a oportunidade de desenvolver suas ações, pensamentos e trabalhos de maneira fluida, livre, criativa e autônoma. Trata-se de um ambiente diversificado com todos os tipos de equipamentos da Herman Miller, localizados em espaços privativos, para os momentos que exigem maior nível de concentração, e de espaços coletivos, de trabalho em equipe e de lugares de socialização – para momentos de descontração e entretenimento, indispensáveis ao dia a dia de qualquer um.

A Herman Miller também contribuiu para desenhar e mobiliar os espaços do Innovation Park at Notre Dame, um projeto que tem como objetivo criar um ambiente de ideias, inovações e criatividade. Estrategistas, designers e especialistas na área da saúde trabalham em conjunto para oferecer as melhores soluções e formas acessíveis de trabalho. Tudo isso pensando no bem-estar de quem utiliza uma cadeira, uma mesa ou um suporte Herman Miller. Pensando em você.

Agora você compreende que não é por acaso que a Atec é uma revendedora certificada Herman Miller e o maior dealer do hemisfério Sul.

Conheça mais sobre os produtos ergonômicos, comercializados pela Atec, nesse link.

Detalhe cadeira Embody da Herman Miller.

Embody Chair, da Herman Miller.