São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

Lar, doce escritório: o conforto no ambiente de trabalho

Qual a definição de conforto para você? Alguns preferem defini-lo com metáforas: “é como uma pequena brisa que surge em um calor de 40 graus” ou “é como estar deitado na cama, em um dia de chuva, sem precisar sair de casa”. A busca por uma definição da palavra “conforto” é antiga e pode ser observada sob vários pontos de vista.

Nos espaços de trabalho, por exemplo, o conforto pode estar relacionado à acústica, a positividade e ao clima agradável na interação com os colegas. Mas questões ligadas à organização e produtividade dos funcionários, geralmente são esquecidas. O conforto do trabalhador está diretamente ligado à sua eficiência operacional, ao seu bem-estar e, claro, à sua saúde. Talvez seja hora de trazer o foco também para o aspecto holístico.

Public Office Landscape

Public Office Landscape

A definição subjetiva do conforto

Antes mesmo que os executivos e gerentes de negócios despertassem para a real importância do conforto no trabalho, os enfermeiros já trabalhavam para proporcioná-lo aos seus pacientes e para encontrar uma definição mais precisa nessa disciplina. Em 1859 é possível encontrar anotações onde a enfermeira Florence Nigthtingale reconhece que os pacientes que se sentiam confortáveis melhoravam mais rapidamente, lidavam melhor com a situação da doença e reabilitavam-se de maneira mais completa.

O conforto, no entanto, é subjetivo. Ele não pode ser prescrito como um comprimido. Também não é conforto de verdade se o paciente (ou, no nosso caso, o trabalhador) não se sente confortável. Além disso, ele é dinâmico e mutável. Você pode estar confortável agora, mas se a temperatura cai dez graus, o desconforto virá. Trata-se de um conceito filtrado através de uma percepção pessoal, baseada na personalidade e experiência do indivíduo.

Por outro lado, se estou sentindo calor no meu ambiente de trabalho, pode ser que o ar esteja quebrado ou que a janela não seja grande o suficiente para fazer ventilar, ou que a cadeira em que eu me sento seja acolchoada demais e me faça suar. E se isso é recorrente, eu posso produzir menos, ou passar a reconsiderar a mudança de emprego para um ambiente mais ventilado, confortável e acolhedor.

Aeron_Chair

Aeron Chair

O que dizem as pesquisas

Uma pesquisa interna realizada pela Herman Miller analisou 500 trabalhadores de escritório e mostrou que o atributo “trabalhar em um local confortável” foi um dos mais valorizados. Estudos anteriores mostraram que os trabalhadores consideram o ambiente de trabalho como “muito importante” para determinar a satisfação com a empesa. De acordo com a Dra. Jacqueline Vischer, professora do departamento de Design Ambiental da Université de Montéal, as características do ambiente de trabalho (como muito quente, muito frio, muito barulhento, muito silencioso, muita luz) ou qualquer fator externo que possa restringir a capacidade operacional dos funcionários restringem também a satisfação deles com a empresa.

Para os empresários, esses estudos e conclusões deixam uma mensagem bem clara: é necessário prestar atenção aos espaços de trabalho e compreender de que forma eles poderiam contribuir para a valorização e retenção da equipe.

Para os que se preocupam com os custos de tais adaptações, um fato: a criação de um ambiente de trabalho confortável faz com que o investimento seja recuperado em um curto espaço de tempo, graças ao aumento natural da produtividade da equipe, que está fortemente ligada à satisfação e qualidade de vida.

Ferramentas certas

Para uma equipe criativa, a área de trabalho pode ser móvel e flexível. Já um grupo de pesquisadores ou desenvolvedores requer um espaço privativo, onde possam manter o foco. Para uma equipe colaborativa, diferentes espaços de reuniões, devidamente equipados, são os mais adequados.

24

Mirra Chair 2

A ideia de que “é preciso usar ferramentas certas para o trabalho indicado” pode até parecer lógica, mas não deve ser negligenciada. Designers e arquitetos são profissionais preparados para planejar bem os espaços da sua empresa e encontrar, de maneira personalizada, a melhor solução em móveis, iluminação, pisos, ventilação e o que mais for necessário. Pense nessa mudança como investimento que trará resultados a curto, médio e longo prazo. Afinal, sua equipe trabalhando bem, produz bem. E o que você quer não é exatamente a produtividade?

Aqui, na Atec, temos profissionais preparados para atender às necessidades da sua empresa (seja ela pequena ou grande) sugerindo os melhores móveis e equipamentos, de acordo com as atividades desenvolvidas pela sua equipe de trabalho. Entre em contato.


8 dicas para melhorar o seu dia a dia no trabalho em frente ao computador

EN_ENV_P_20110519_003_G

Dor nas costas, dor de garganta, problemas oculares e uma série de outras questões. Tudo isso está presente (ou estará em breve) na vida de pessoas que necessitam utilizar o computador por longas horas, diariamente. Para tornar o seu dia a dia mais agradável e propício para o desenvolvimento do seu trabalho, confira oito importantes dicas que farão a diferença na sua rotina profissional e pessoal.

Aperfeiçoe a configuração da sua mesa

A posição que o seu computador está em relação aos seus olhos é muito importante. Se você precisa olhar muito para baixo enquanto trabalho, poderá desenvolver dores nas costas e no pescoço. Se necessita olhar muito para cima, é provável que você fique com os olhos secos. O ideal é usar um suporte de computador para ajustar o monitor ou laptop em uma posição que você olhe apenas para baixo, em um ângulo de dez graus no máximo.

Hidrate-se

Além de promover todos os benefícios para a saúde que você já conhece – como melhorar a pele, influenciar na perda de peso e proporcionar maior energia – beber muita água pode fazer ainda mais por você. Ingerindo uma quantidade maior de líquido, você terá de se levantar da sua mesa para “reabastecer” o seu copo ou squeeze e também ir ao banheiro. Essa simples ação, algumas vezes durante o dia, lhe tirará da frente do computador por preciosos minutos.

Programe um alarme

A cada hora, que tal definir um alarme no seu telefone ou computador? Cada vez que esse alarme tocar, levante-se da sua cadeira e dê uma volta pelo escritório. Com certeza esse hábito não prejudicará o seu trabalho, e sua saúde irá agradecer.

Evite o elevador

Se você trabalha no segundo ou terceiro andar de um prédio, passe a utilizar mais as escadas. Se você vai de carro para o trabalho, procure estacionar um pouco mais longe da entrada. Quando você trabalha sentado em uma mesa diariamente, um pouco de caminhada ajuda a manter o seu movimento, sua circulação e os seus músculos envolvidos.

-------------giphy (1)

Exercite-se em sua mesa

Discretamente, tente fazer exercícios simples enquanto trabalha. Girar com a cadeira, balançar as pernas e outros gestos sutis irão fazer com que o seu sangue flua bem, mesmo sentado.

-----------desk_health_workout

Aumente a fonte do texto

Sempre que for possível, aumente o tamanho da fonte dos textos do seu computador. Muitos conteúdos aparecem com fonte pequena na tela, o que fará você apertar os olhos, podendo causar fadiga ocular e dores de cabeça.

Pisque

Piscar os olhos é uma ação normal para quase todas as pessoas. No entanto, quando se está na frente de um computador, é preciso piscar ainda mais. Por isso, faça um esforço para abrir e fechar os olhos com mais frequência nessas situações. Tente seguir a regra 20-20-20 ao olhar para uma tela – a cada 20 minutos, olhar para um ponto a 6 metros (20 pés) de você por 20 segundos.

giphy

Descanse seus olhos

Ao sair do escritório, tente dar um descanso para os seus olhos. Olhar para uma tela de computador o dia inteiro não só enfraquece a visão, mas pode causar doenças. Portanto, evite sair do trabalho e ir direto para o Netflix ou grudar os olhos na tela do seu celular.

 

 

Fonte: PureWow


Produtos Herman Miller – o suporte que seu corpo precisa para o dia a dia

Os produtos Herman Miller são a combinação perfeita entre beleza, qualidade e ergonomia.

Para que o resultado seja sempre impecável, a Herman Miller busca conhecer de perto as necessidades reais de seus consumidores. A partir de estudos e cases, a empresa consegue material necessário para aperfeiçoar seus equipamentos. Afinal, são os móveis e acessórios de trabalho que devem se adaptar às condições exigidas pelo corpo humano, e não o contrário.

Um bom exemplo desse trabalho é o espaço Herman Miller’s Design Yard, ou “Quintal de Design da Herman Miller”. Ali, os funcionários têm a oportunidade de desenvolver suas ações, pensamentos e trabalhos de maneira fluida, livre, criativa e autônoma. Trata-se de um ambiente diversificado com todos os tipos de equipamentos da Herman Miller, localizados em espaços privativos, para os momentos que exigem maior nível de concentração, e de espaços coletivos, de trabalho em equipe e de lugares de socialização – para momentos de descontração e entretenimento, indispensáveis ao dia a dia de qualquer um.

A Herman Miller também contribuiu para desenhar e mobiliar os espaços do Innovation Park at Notre Dame, um projeto que tem como objetivo criar um ambiente de ideias, inovações e criatividade. Estrategistas, designers e especialistas na área da saúde trabalham em conjunto para oferecer as melhores soluções e formas acessíveis de trabalho. Tudo isso pensando no bem-estar de quem utiliza uma cadeira, uma mesa ou um suporte Herman Miller. Pensando em você.

Agora você compreende que não é por acaso que a Atec é uma revendedora certificada Herman Miller e o maior dealer do hemisfério Sul.

Conheça mais sobre os produtos ergonômicos, comercializados pela Atec, nesse link.

Detalhe cadeira Embody da Herman Miller.

Embody Chair, da Herman Miller.


Móveis que ajudam a cuidar da saúde

A decoração de clínicas e hospitais são planejadas para reabilitar a saúde das pessoas e, por isso, devem ser totalmente adaptados para oferecer o máximo em conforto, ergonomia e eficiência. O desafio que o setor da saúde enfrenta não é simples: as metodologias e formas de tratamento estão em constante evolução. Mas nem sempre o espaço acompanha toda essa mudança. Não estamos falando só dos acessórios e espaços dedicados aos médicos, mas também dos móveis e acessórios utilizados por pacientes, funcionários e acompanhantes.

EN_CEN_R_20090527_008_L

Pensando dessa forma, e em cada detalhe, a Herman Miller tem trabalhado sistematicamente para promover pesquisas e estudos para desenvolver produtos específicos para este segmento. São móveis e acessórios perfeitos para garantir o bem estar, a mobilidade e a segurança de pacientes e profissionais, enquanto eles cuidam do bem mais precioso que existe: a vida.

Entre esses produtos estão: os carrinhos móveis que otimizam o tráfego dentro dos hospitais e atendem às exigências das áreas que precisam de cuidados especiais; os móveis modulares adaptáveis – perfeitos para ambientes que exigem mudanças frequentes nos procedimentos e processos hospitalares; os centros de imagens confortáveis e saudáveis – que ajudam a melhorar a produtividade e a satisfação e todos os equipamentos que devem ser especialmente projetados para receber limpeza frequente e completa;

EN_CMP_P_20110915_004_L

Os móveis e acessórios da Herman Miller, desenvolvidos para o segmento hospitalar, podem ser reconfigurados de acordo com as exigências de cada estilo e estação de trabalho.

Nas salas de cuidados, os móveis devem oferecer espaço para que os enfermeiros possam se movimentar enquanto cuidam dos pacientes, isso é fundamental. Nas farmácias, prateleiras que ajudem a organizar os medicamentos de modo a facilitar e agilizar os processos, também.

Essas soluções modulares contribuem para a constante melhoria e adaptabilidade tão fundamental para os laboratórios e centros de cuidados. São aplicações que se adaptam aos novos equipamentos e tecnologias e oferecem apoio aos processos especializados, fazendo com que o espaço seja utilizado de forma eficiente.

Além dos produtos Herman Miller, a Fritz Hansen e os armários modulares USM completam a linha oferecida pela Atec para o setor de saúde

EN_ETH_P_20091125_001_L

A Herman Miller possui um site específico para essa área de equipamentos voltados para a área da saúde. E a Atec, como representante oficial da Herman Miller no Brasil, tem uma área específica no site para o setor de saúde e bem estar, e pode fazer com que cada um desses equipamentos seja realidade no dia a dia da sua clínica, hospital ou consultório.

Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais.

 


As vantagens de ter uma boa cadeira no trabalho

É verdade que o fato de se trabalhar 8, 10 e até 12 horas por dia, sentado em uma cadeira de escritório, pode ser prejudicial à saúde. Mas trabalhar em pé durante todo esse tempo também traz inúmeros danos ao nosso corpo. O que fazer então diante desse problema?

O gerente de vendas da Herman Miller, Michael Dura, deu sua opinião sobre o dilema apresentado. Ele explicou o que a empresa está fazendo para trazer equilíbrio para o local de trabalho – especificamente o que o futuro de uma empresa de design de móveis pode fazer para ajudar a combater o nosso estilo de vida típico sedentário.

São diversos os estudos que mostram a importância de cadeiras que promovem a boa postura no trabalho. Para se ter uma ideia, graves problemas de fluxo de sangue e tensão da coluna vertebral podem ocorrer com apenas 20 minutos sentado em uma postura inadequada. A Herman Miller já publicou em seu site um texto com os benefícios de se movimentar durante o trabalho, dando dicas e incentivando as pessoas a levantarem de suas cadeiras repetidas vezes ao dia. Resumidamente, a solução encontrada consiste em um simples, mas poderoso mantra: “Sentar. Ficar de pé. Mover. Repetir”.

Além disso, a empresa criou em algumas de suas cadeiras a tecnologia posture-fit, que inclina o quadril levemente para a frente, estabilizando a base da sua coluna e ajudando a manter a curvatura natural em S do seu perfil. Isso fortalece o corpo e reduz a fadiga.

ergonomia_cadeiras_de_trabalho

Há também outros fatores que mostram os benefícios de se ter boas cadeiras nos locais de trabalho:

Imagem positiva. Móveis baratos e com design pouco atrativo fazem você e sua empresa parecerem menores do que realmente são. Quando alguém chega ao seu escritório para uma entrevista de emprego, ou alguma empresa quer contratar o seu serviço, eles estão atrás de pistas visuais. Como bem diz o ditado, você não terá uma segunda chance para causar uma boa primeira impressão. Então, invista em móveis que ajudam a confirmar a impressão que você quer transmitir.

Conforto gera criatividade. Grandes cadeiras propiciam o conforto que as pessoas necessitam para se concentrar e soltar suas criatividades. Enquanto você estiver confortável, você está livre para usar a imaginação e contribuir para o bom andamento do seu negócio.

Ergonomia promove saúde. Investir em móveis confortáveis e ergonomicamente corretos traz inúmeros benefícios para a saúde. Cadeiras mais baratas podem até trazer alguma economia a curto prazo, mas, depois de um tempo, trarão altos custos em planos de saúde para os trabalhadores, que sofrerão com problemas nas costas, no pescoço e nos ombros.

Barato que sai caro. Quando se compra um produto mais barato e de qualidade inferior, é bem provável que a necessidade de uma troca ou a aquisição de um novo material se dará em pouco tempo de uso. Além dos problemas que a má postura pode acarretar, como dores nas costas que terão que ser tratadas a base de muita fisioterapia, acupuntura, RPG, remédios…


A Atec oferece os melhores produtos para que você tenha ergonomia e qualidade de vida no trabalho. Visite um de nossos showrooms, entre em contato com a nossa equipe ou com um representante e escolha sua cadeira. Seu corpo agradece!