A arquitetura está diretamente relacionada com design, conforto e qualidade de vida, e isso inclui o conforto para os olhos. Por isso, a iluminação entra como um dos pontos fundamentais para deixar qualquer projeto arquitetônico completo, atrativo e funcional.

Mais do que um luxo, vamos mostrar nesta sessão os benefícios fisiológicos, psicológicos, ergonômicos e ambientais que um bom projeto luminotécnico traz para o ambiente de trabalho. Em qualquer escritório, a iluminação e a acústica são fatores que influenciam diretamente a produtividade, o conforto, e a saúde dos colaboradores.Confira!

Por que a iluminação em um projeto arquitetônico é tão importante?

 

O conforto visual deve ser uma das prioridades de qualquer projeto de qualidade, mas não é só isso. Cada espaço precisa de uma iluminação peculiar, que ajude não só a definir, mas a fazer com que o papel daquele ambiente seja compreendido e cumprido, intuitivamente.

Uma escolha errada na iluminação do seu projeto pode impedir que ele corresponda às expectativas e perca a funcionalidade planejada. Por isso, a escolha das luminárias é tão fundamental.

De que forma as luminárias contribuem para o sucesso de um projeto?

 

Ambientes de trabalho mal iluminados ou que não tiveram um projeto luminotécnico adequado podem gerar fadiga visual nos músculos da visão com sintomas como, olhos vermelhos, lacrimejo, contraturas, dor e ardor nos olhos, náuseas e cefaleia. Como consequência da fadiga visual prolongada pode ocorrer redução da acuidade visual a confusão visual transitória. A diminuição da produtividade de um colaborador nesses casos é óbvia.

Além disso, as luminárias servem não apenas para preservar a saúde visual das pessoas que frequentam o ambiente e aumentar a produtividade. Elas também são importantes para evidenciar as características dos espaços, delimitar áreas e definir ambientes e suas funcionalidades. Servem como integradoras de espaços.

A intensidade, movimento e posição da luz podem ajudar a compor o espaço, torná-lo mais ou menos atrativo, contribuir para a produtividade no trabalho, entre outras questões. Por isso, a harmonia entre estética e ergonomia deve ser prioridade.

A escolha da luminária, portanto, deve levar em conta não só a sua funcionalidade, mas também sua combinação com o ambiente e sua conexão com o espaço que será constituído por outros elementos.

O que considerar no planejamento luminotécnico?

 

Primeiramente, é importante se inteirar da legislação existente, que estabelece requisitos mínimos de iluminação para locais internos, considerando as tarefas desenvolvidas para projetação de espaços seguros, confortáveis e eficientes nos quais o trabalho será desenvolvido. Essa norma é a ABNT (NBR5413) e é facilmente encontrada na internet.

Atualmente ela considera a iluminância, o limite referente ao desconforto por ofuscamento e o índice de reprodução de cor mínimo da fonte para os vários locais possíveis de trabalho, sempre considerando a tarefa executada.

Sempre que possível a luz natural deve ser usada como complemento da luz artificial, por dois motivos: o primeiro mais evidente é a economia de energia; o segundo, menos óbvio, é que o corpo humano funciona melhor quando exposto à luz solar.

A luz solar ajuda na a produção de melatonina, hormônio que proporciona melhor qualidade do sono e também aumenta a produção de endorfina no cérebro, substância antidepressiva natural, que promove a sensação de bem-estar e aumenta os níveis de alegria. Contudo, a luz solar precisa ser indireta, pois a exposição prolongada a irradiação solar causa desconforto térmico.

A reflexão de objetos metálicos podem causar ofuscamento, portanto, a implantação de claraboias, lanternim, janelas e telhas translúcidas devem ser precedidas de estudos técnicos.

Os projetos luminotécnicos devem equilibrar o dimensionamento correto do sistema de proteção do circuito e o tipo de atividade desenvolvida no ambiente a ser iluminado.

O estudo de implantação de sistemas luminosos deve considerar a densidade luminosa (não pode haver muita diferença) ao mesmo tempo que se deve evitar a monotonia por falta de contrastes luminosos. Grandes diferenças de claridade dentro do campo visual implicam em constantes processos de adaptação o que diminui consideravelmente o rendimento visual.

Algumas dicas para se ter ergonomia visual:

*janela com proteção contra a luz solar direta;

*equilíbrio entre brilho e contraste do monitor

*monitor entre 10 e 20graus do nível dos olhos e a uma distância entre 60 e 70 cm entre seu corpo e o monitor;

*descansar a visão em intervalos de 1 hora;

*piscar voluntariamente;

*além da iluminação geral, algumas atividades exigem uma iluminação mais pontual na mesa de trabalho;

*iluminação com cores diferentes torna o ambiente de trabalho menos monótono, causando sensação de bem-estar;

o computador e equipamentos eletrônicos com tela (tablets e celulares) nunca devem receber luz natural diretamente na tela. O ofuscamento prejudica a concentração e a saúde;

cores claras nas paredes melhoram a iluminação e as pessoas tendem a se sentirem mais dispostas e confortáveis.

 

Onde encontrar luminárias ideais?

 

Nós, da Atec, valorizamos cada uma das luminárias que revendemos em nossos showrooms. Oferecemos apenas aquelas que agregam qualidade, design e originalidade para os ambientes e, por isso, dispomos de uma variedade criteriosamente escolhida para atender cada detalhe dos projetos de nossos clientes.

As luminárias Lightyears são bons exemplos de como a luminosidade pode surpreender. Fabricadas em terras dinamarquesas, elas seguem a tradição dos países escandinavos, que prezam pelo aconchego e conforto ocular sem dispor do design em cada detalhe. Suas formas, curvas e linhas orgânicas impressionam pela beleza e funcionalidade.

Enquanto algumas das luminárias que revendemos possuem luminosidade direcionada e suave para criar um jogo de luz surpreendente e inspirador, complementando o cenário, outras possuem intensidades e direcionamentos adaptáveis, capazes de atender à necessidade ergonômica do usuário de acordo com o trabalho executado naquele momento.

As luminárias da Herman Miller, por exemplo, focam na multifuncionalidade e na ergonomia, para proporcionar conforto e segurança durante a execução dos mais diversos tipos de trabalho no escritório.

Vale ressaltar, ainda, que todas elas possuem materiais e acabamentos de bom gosto e sofisticação inigualáveis.

Confira, em nosso site, os modelos disponíveis e entre em contato com a nossa equipe para conhecer as possibilidades e opções disponíveis para o seu projeto.